Volume 2 (2017)

Saiba mais sobre esse disco

Esse trabalho foi a primeira experiência da banda com um produtor musical, que contou com o mestre Adriano Magoo para dirigir o disco, da primeira à última faixa. Magoo influenciou o trabalho da banda agregando novos elementos ainda não explorados, como instrumentos de sopros e teclas, na escolha de timbres diferenciados para os instrumentos e na forma de cantar do vocalista.

"Só Lembrança" foi o single deste disco, lançada no final de 2014. Essa música foi escrita por Erick Barem e Leandro Perez, durante passagens de som e ensaios para shows. 

"O último bandoleiro" é uma composição para homenagear o bandoleiro Silvino Jacques, cuja história controversa relata a figura de um anti-herói nascido no sul do Brasil, que fugiu da polícia se refugiando no centro-oeste brasileiro. Silvino é considerado por muitos o Lampião do cerrado, por ter vivido como foragido pelas terras do MS, viveu de ajuda dos povos ribeirinhos e até de fazendeiros, com quem travou grandes batalhas e escreveu sua história com muito sangue.

A música "As ondas" foi a primeira composição de Erick Barem, escrita quando o músico tinha apenas 13 anos de idade. Foi resgatada durante o processo de escolha do repertório do disco e seu enredo fala de um romance juvenil.

"Ponta de Lança" é uma homenagem da Sarravulho ao Quilombo Furnas do Dionísio, que fica no Mato Grosso do Sul e é símbolo de resistência do povo afrodescendente na região centro-oeste do Brasil na era da abolição da escravatura. Essa música contou com a ilustre participação especial dos músicos Hugo Hori e Tiquinho da banda Funk Como Le Gusta. A socióloga Nathália Ziê fez o intermédio da banda com os representantes do Quilombo, que apreciaram a gravação antes de seu lançamento. A banda fez questão de mostrar antes de seu lançamento, como forma de respeito e carinho ao movimento negro e aos povos afrodescendentes.

"Olhos Digitais" foi uma música feita em parceria entre os amigos Erick Barem, Danilo Nuha e Vinil Moraes.

Ficha Técnica

 

Gravado, mixado e masterizado na Toca do Jedi (Estudio 45) entre 2015 e 2017. 

Engenheiro de som: Anderson Rocha

Produção: Adriano Magoo

Direção de Arte: Erick Barem

Anderson Rocha: guitarra e programações eletrônicas

Bruno Moser: baixo

Chico Simão: bateria, percussão e programações eletrônicas

Erick Barem: voz, violão de nylon e guitarra

Leandro Perez: guitarra em Só Lembrança

Chico Simão gravou alfaia e ganzá em "O último bandoleiro", pandeiro e cuíca em "Mandou dizer", djembê e sabar em "Da Savana ao Mar", alfaia em "Eu vim de lá", conga e djembê em "Ponta de Lança", cowbell em "Olhos Digitais", Adriano Magoo gravou teclado em "As Ondas", sanfona em "Eu vim de lá", Luciano Sá tocou baixo em "Só Lembrança", Nathália Ziê tocou djembê e alfaia em "Da Savana Ao Mar", Hugo Hori e Tiquinho da banda Funk Como Le Gusta tocaram sax e trompete em "Ponta de Lança". Coro de vozes em "Da Savana Ao Mar" e "As Ondas" por Lauren Cury, Paola Calderaro, Maira Espíndola, Sofia Basso e Caroline Reis.

Sarravulho © 2019 - All rights reserved